Sustentabilidade em Alta

O Brasil é o quarto país em número de empreendimentos certificados como sustentáveis no mundo.

Todos nós já ouvimos sobre a tendência verde, mas o que realmente torna uma casa verde? A economia de energia e água são coisas para se pensar, mas também é muito importante entender o conceito atrás de sustentabilidade. A cada dia vemos que a ecologia do planeta está em ponto de colapso, temos que fazer a diferença. Por isso é importante entender o destino real da sustentabilidade e como ajudar em nossos projetos do dia a dia, especialmente em nossas casas.

 

Uma residência verdadeiramente sustentável usa a natureza como modelo, onde não há desperdício, todos os recursos vêm de meios passivos e não há poluição. Hoje, temos a tecnologia para criar casas com todo o conforto a que estamos acostumadas, e como atributos de um sistema vivo, como um organismo. A cada dia um número crescente de pessoas está começando a se preocupar com o impacto ambiental e vem investindo esforço financeiro equipando as casas com tecnologia sustentável. Que além de trazer benefícios para o meio ambiente, também são vantajosas para os moradores como, por exemplo, reduçãode custos com energia elétrica e água, e mantêm o ambiente residencial agradável.

O custo de uma casa sustentável é praticamente igual ao de uma construída pelos métodos tradicionais. Alguns sistemas podem trazer inicialmente uma despesa mais elevada, porém, em médio prazo, tendem a gerar economia. Este é o caso, por exemplo, do sistema de energia solar, que já muito utilizado em novos empreendimentos, comonos conta a especialista em imóveis, Agente imóvel.sust-1

Construções verdes precisam receber uma certificação que garante sua eficiência, como é o caso do Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), que é um sistema internacional de certificação e orientação ambiental para edificações, utilizado em 143 países, e possui o intuito de incentivar a transformação dos projetos, obra e operação das edificações, sempre com foco na sustentabilidade de suas atuações. No Brasil, o Green Building Council Brasil (GBC) é responsável pela certificação que pode ser concedida a apartamentos novos, empreendimentos reformados, escolas e hospitais. Eles são identificados por categoria a partir do tipo de construção.

 

Um bom exemplo disso é Neo Next Generation, situado no Novo Campeche, em Florianópolis, o empreendimento foi entregue pelo arquiteto e urbanista Jaques Suchodolski. É o primeiro no Brasil a ter um gerador próprio de energia eólica, conta com sistema de energia solar e de reutilização da água. Além disso, outro os detalhes estão as tijoletas que revestem a construção e diminuem a necessidade de uso do ar condicionado. O isolamento acústico dos ambientes é feito com esquadrias de PVC e manta de PET reciclado nos forros, o que auxilia na privacidade dos apartamentos. O Brasil hoje ocupa a quarta colocação em número de empreendimentos certificados no mundo — diz Henrique Mendes, da consultoria ambiental Green Domus. E Santa Catarina tem atualmente 11 empreendimentos registrados no GBC Brasil, o que representa 1,4% do total no país. Conforme o consultor da Plasma Engenharia e Consultoria, Vinícius Ferretti, todos são pré-certificados e estão na fase de construção, porém já apresentam comprovantes para conquistar a certificação definitiva posteriormente. Ferretti acredita que o Estado tem potencial para crescer neste segmento.

 

Fonte: http://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/281717-sustentabilidade-em-alta.html

 

 


Compartilhe esta notícia:

Solicite um orçamento

Preencha os dados abaixo e logo entraremos em contato para atender sua solicitação.



+55 (48) 3257-6913
© 2015. «NPD Embalagens». Todos os direitos reservados.